sexta, 16 novembro 2018
 
Metodologia 1.5

Metodologia 1.5


O processo metodológico é um meio de orientar ações padronizadas para a obtenção de resultados comuns na organização, visando facilitar a manutenção e formar base de conhecimento de sistemas.
A Metodologia de Desenvolvimento de Software objetiva o detalhamento do ciclo de vida, especificando princípios, técnicas, linguagem de representação, normas, procedimentos e documentação necessária ao desenvolvimento.
A metodologia CELEPAR detalha cada fase do ciclo de vida do processo de desenvolvimento através de Fluxos de Trabalho.

Fluxo de Trabalho:
Representação descritiva da fase em etapas e atividades. Nesta representação, evidencia-se o fluxo de informação, precedência de atividades, artefatos resultantes, papéis e material de apoio: modelo, guias e ferramentas homologadas.

Etapas:
Corresponde a um conjunto de atividades de uma fase de trabalho, as quais operam em um ciclo de vida.

Atividades:
Corresponde a um conjunto de tarefas de uma etapa de trabalho, as quais geram a versão final de um produto ou de um serviço.
As atividades estão fortemente relacionadas aos artefatos. Os artefatos fornecem a entrada e a saída para as atividades, bem como o mecanismo pelo qual as informações são transmitidas entre elas.

Papéis (Quem?)
Um papel define um conjunto de atribuições e responsabilidades de um profissional ou grupo de profissionais que participam de determinado projeto.
Em geral, as responsabilidades são associadas a artefatos que devem ser produzidos e mantidos ao longo da realização de uma atividade.
Um indivíduo ou grupo de indivíduos pode assumir, cumulativamente, mais de um papel durante o projeto; e, no mesmo projeto, pode haver mais de um indivíduo desempenhando o mesmo papel.
Papéis não são pessoas, descrevem como as pessoas se comportam e quais são suas responsabilidades.

Artefatos (O quê?)
Artefato representa um produto concreto produzido/modificado pela execução de determinada atividade. Um artefato pode ser insumo para a produção de outro.

Modelos
São estruturas predefinidas de um artefato.

Guias
Materiais de apoio aplicável à atividade.

Ferramentas:
Instrumentos ou aplicativos de suporte aplicável à atividade.


TREINAMENTO:

Slides

---FONTE DO PROJETO EXEMPLO---

Para utilização dos fontes, baixar todos os arquivos com extensão .emx e importar para um projeto UML dentro do Rational Software Modeler.

Projeto Exemplo (.emx)

TiposPrimitivos(.emx)

TiposHtml(.emx)

-- PROJETO EXEMPLO EM HTML --

Projeto Exemplo (HTML)


Referencial Teórico:
PRESSMAN, Roger S. Engenharia de Software. 6. ed. Makron Books, 2006.
GAMMA, Erich; HELM, Ricard; JOHNSON, Ralph; VLISSIDES, John; Padrões de Projeto. 1. ed. Bookman Companhia Editora, 2000.
LARMAN, Craig. Utilizando UML e Padrões. 2. ed. Bookman Companhia Editora, 2004.
RATIONAL, Rational Sofware Corporation, Business Modeling with UML and Rational Suite AnalystStudio, A Rational Software White Paper, 2001.
BOOCH, Grady; RUMBAUCH, James; JACOBSON, Ivar. UML: Guia do Usuário. 2. ed. Elsevier Campus, 2005.
RATIONAL WHITE PAPER, Rational Sofware Corporation. Disponível em http://www.oracle.com/technologies/bpm/docs/state-of-bpm-market-whitepaper.pdf: Acesso em setembro de 2009.
RATIONAL, Rational Sofware Corporation. Disponível em http://www.wthreex.com/rup/portugues/index.htm: Acesso em setembro de 2009.

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

Dentro do contexto, da Metodologia de Desenvolvimento da CELEPAR, as Fases e Artefatos/Produtos não possuem a conotação de obrigatórios, ficando sob a responsabilidade dos Gerentes de Área/Coordenadores em conjunto com os Líderes de projeto a sua utilização.